Como contratar a pessoa certa e não ter dor de cabeça com funcionário

Você sabe como contratar a pessoa certa?

Posso dizer que todas as empresas já tiveram dificuldades na hora de contratar boas pessoas para a equipe, até mesmo as grandes corporações com departamentos de RH super estruturados.

Mesmo esta dificuldade sendo comum no mercado, temos que nos precaver e fazer o máximo possível para contratar boas pessoas, pois isso trás muitos benefícios para a empresa, como maior alinhamento entre os membros, menos dores de cabeça na execução das tarefas e principalmente menos rotatividade de pessoas e com isso mais eficiência, pois as pessoas treinadas se manterão na empresa, e mais eficiência é igual a mais lucro, e é isso que nós empresários buscamos em uma corporação não é mesmo?

Agora vamos focar em como contratar as pessoas certas para a empresa.

 

Perfil comportamental é mais importante do que habilidade técnica

Sim, foi exatamente isso que você leu, pois uma pessoa sem habilidade técnica apenas não vai conseguir efetuar o trabalho corretamente, já uma pessoa com comportamento inadequado irá atingir toda a equipe em volta, por isso fique muito atento não só ao perfil comportamental como também na estabilidade emocional do entrevistado.

Comportamento VS Emocional

Perfil comportamental: É o comportamento cotidiano da pessoa, ela é mais cautelosa ou gosta de desafios? É comunicativa ou mais retraída? Tem empatia ou não? Prefere trabalhos em equipe ou individuais?… Enfim, são aspectos comportamentais do cotidiano da pessoa e dificilmente são mudados a curto prazo, por isso é de extrema importância saber qual o perfil ideal para o cargo em aberto e explorar ao máximo os pontos fortes de tal comportamento.

Estabilidade emocional: É como a pessoa age em uma situação adversa, seja um ego inflado após um elogio ou uma desmotivação após um feedback negativo sobre ela, nesse ponto temos que ficar atentos com o encaixe desta pessoa dentro da cultura da empresa, por exemplo se sua empresa tem a cultura de sempre dar feedbacks para a melhoria em conjunto, teria que ficar pisando em ovos com esta pessoa, o que iria causar um desconforto na equipe e atrapalhar a cultura geral.

 


Entenda muito bem o que motiva o entrevistado e deixe claro o que motiva a empresa

No momento da entrevista saiba avaliar muito bem o que o entrevistado realmente busca, o que motiva ele a seguir em frente e veja se este motivo se alinha com o motivo da empresa, pois a médio e longo prazo isso irá ter uma importância crucial para ambos se manterem juntos e motivados.

Por exemplo, se o entrevistado busca crescimento financeiro acima de tudo, e não dá valor a interação social ou amizades, terá conflitos em uma empresa que busca uma cooperação geral entre a equipe para crescerem juntos através de metas e objetivos conjuntos.

Contrate apenas pessoas que deixaram claro as motivações dela e que entenderam claramente as motivações da empresa, só assim terá alguém no qual poderá confiar e trabalhar em união para um objetivo em comum.

O que motiva o entrevistado

Comportamento é importante, mas jamais devemos ignorar as competências técnicas

Acima citei o comportamento como ponto mais importante do que o técnico, mas isso não quer dizer que devemos ignorar as competências do entrevistado para tal função.

Gosto de dizer que na hora de montar uma equipe devemos contratar devagar e demitir rápido.

Na minha humilde opinião este é o único momento em que um currículo ajuda em algo na etapa de contratação, pois é através dele que filtramos as pessoas que iremos entrevistar ou não, caso não possua as competências técnicas essenciais para a vaga, não desperdice o seu tempo e nem o tempo da outra pessoa, mas caso ela tenha as competências necessárias, ai sim você parte para a segunda etapa do processo de contratação, a entrevista, só assim você irá conhecer melhor a outra pessoa e principalmente os aspetos comportamentais. Depois que o entrevistado passar por sua aprovação você fará os testes técnicos e práticos com ela, por isso é super importante que você estude sobre características comportamentais, para conseguir 03avaliar o entrevistado.

Você pode conhecer um pouco mais nos links abaixo, onde deixei um teste de comportamento DISC e um teste comportamental animal, que é bem simplificado e claro para identificar os contras e prós de cada perfil.

Teste DISC: https://www.pactorh.com.br/teste-disc/disc/faca-agora-teste-disc/

Perfil comportamental animal: https://www.portalelleven.com.br/desc_perfil.php

Na entrevista técnica, se possível coloque a pessoa no campo de batalha, deixe que trabalhe diretamente com a equipe durante uma ou duas horas, isso pode ser combinado entre vocês ou remunerado, porém é importante que seja uma tarefa que o cargo realmente vá efetuar no seu dia a dia, desta forma irá conseguir analisar tanto as competências técnicas quanto o comportamental do entrevistado em meio a equipe da empresa. Neste momento é importante que você se retire do local e não fique supervisionando, seja você um profissional de RH ou dono da empresa, pois o entrevistado terá uma pressão sobre ele que fará que ele aja diferente do cotidiano.

Mas caso não seja possível fazer este teste no campo de batalha, ao menos faça testes práticos, seja através de papel e caneta ou um computador, algo que demonstre claramente as habilidades do entrevistado, e nesta etapa cuidado para não negligenciar alguma competência que seja crucial para o cargo, faça todos os testes necessários, sem pressa.

Lembre-se que o objetivo aqui é contratar a pessoa certa e não contratar rápido para demitir daqui a alguns meses.

 


Bons profissionais buscam mais do que um bom salário

Hoje o mundo mudou e nem tudo é dinheiro, as pessoas buscam cada vez mais por estilo de vida, ambientes saudáveis e grande oportunidades de crescimento, então empregue isso a sua empresa para ter bons atrativos para os bons profissionais, pois lembre-se que da mesma maneira que você busca bons profissionais, os bons profissionais buscam boas empresas.

Deixe claro os valores da empresa para o entrevistado e que vocês levam a sério, isso demonstra que você e seu time estão determinados a conquistar seus objetivos. O entrevistado conseguirá identificar uma boa oportunidade caso tenham objetivos em comum e só será desaprovado pela equipe a longo prazo caso não esteja alinhado com o objetivo. Com esta técnica, quanto mais pessoas alinhadas na equipe você tiver, mais difícil será de alguém sem os mesmos objetivos se manter dentro da empresa, o que também é um filtro para ter uma ótima equipe. Perceba que o que vale aqui é clareza, clareza do que a empresa espera do entrevistado e o que o entrevistado espera da empresa.

Bora aprender a contratar as melhores pessoas?

Eu sei na prática que a falta de capacitação no mercado é real, porém ela não é todo o mal de existirem empresas com equipes totalmente despreparadas e desalinhadas, esta responsabilidade também é de quem contrata.

Vamos manter isso claro em nossas mentes recapitulando o que abordamos aqui:

  • Vimos que, contratar corretamente traz muitos benefícios para a empresa, inclusive mais lucro;
  • O perfil comportamental deve estar alinhado com o cargo em aberto para ter maior eficiência;
  • Devemos tomar cuidado com pessoas que tenham instabilidade emocional e que podem explodir em um feedback negativo;
  • Compreender claramente o que motiva o entrevistado e deixar claro o que motiva a empresa;
  • Não ignorar as competências técnicas e negligenciar os testes corretos para o cargo em aberto;
  • Que bons profissionais buscam além de 10% a mais no pagamento, buscam por grandes oportunidades.

É isso, contratar vai muito além de assinar uma carteira de trabalho e ainda tenho muito o que compartilhar com você, continue acompanhando as mídias da Yoobox que em breve irei liberar materiais que complementam este.

Abração e sucesso na vida!

Categoria: Gestão
Post anterior
Como delegar tarefas e ter mais tempo para dedicar ao crescimento da empresa
Próximo post
Como ter resultados na empresa que vão muito além de aumentar o lucro
Menu