5 perfis de empresários que podem falir a qualquer hora

O título desse artigo é um pouco intimidador não acha?

Muitas vezes é necessário causar um impacto com as palavras para chamar a atenção do empresário e fazer ele se autoavaliar não apenas como profissional, mas também como pessoa.

OBS: Eu não tenho o costume de dividir o perfil profissional e o perfil pessoal de uma pessoa, acredito que temos que ser o que realmente somos em qualquer área que seja, é isso que move e faz com que uma empresa cresça de forma coerente mantendo seus reais valores.

Os 5 perfis de empresários que podem falir, é apenas uma forma de medir se você está indo para o caminho do crescimento ou está se autodestruindo trabalhando mais para sobreviver em vez de trabalhar para buscar algo maior para a sua vida e para as pessoas ao seu redor.

Para este artigo eu busquei algumas referências de empresários que faliram e cheguei a conclusão de que alguns conseguiram se reerguer devido a humildade de enxergar e ajustar o que realmente estava prejudicando seu crescimento, e como todo empreendedor de sucesso, souberam reconhecer os próprios erros e recomeçaram tudo novamente. Mas infelizmente, outros permaneceram com o mesmo perfil e se deixaram levar por ego e orgulho.

Segue abaixo os 5 perfis clássicos de empresários que mais tem a possibilidade de falir e veja se você se enquadra em algum desses perfis, e se possível reveja o que pode estar prejudicando no seu crescimento.

1- Não preciso de ninguém

Esse tipo de perfil eu considero um pouco egoísta pelo simples fato de achar que já sabe de tudo. Se analisar qualquer empresa de sucesso, verá que muitas delas obtiveram sucesso devido a liderança de trabalhar e reconhecer a sua equipe.

O Empresário que tem potencial de crescimento é aquele que reconhece suas fraquezas e traz para perto de si pessoas que possam complementar de modo positivo e assim fortalecer o conhecimento e experiências.

Como já dizia a seguinte frase: “Quer ir rápido, vá sozinho, quer ir longe, vá acompanhado”

Portanto valorize as pessoas que estão com você e junte-se a elas para trocar forças e fraquezas. Se seu ponto fraco está em uma determinada área, busque conhecimento e atraia pessoas que possam ajudar. Se você conhece pessoas que tem pontos fracos, junte-se a essas pessoas para compartilhar seu conhecimento e assim juntos vocês terão uma empresa sólida e comprometida.

2- Deixa a vida me levar

O “deixa a vida me levar” é aquele perfil que não tem metas, não tem objetivos, não sabe se está indo para frente ou se está indo para trás, não inova, não evolui, faz as mesmas coisas todos os dias esperando resultados diferentes. Simplesmente está deixando a vida levar.

Geralmente esse perfil não tem controle da sua própria vida, sente medo de agir, é acomodado e se sente satisfeito quando as vendas estão baixas e confiando na sorte que no dia seguinte as coisas irão melhorar.

Ele vê o consumidor mudando seu hábito de consumo, vê a internet e a forma de comunicação evoluindo, mas esse empresário “Deixa a vida me levar” fica atrás do balcão com a sua máquina de “datilografia” na espera de algum cliente entrar na sua loja e fazer alguma compra.

É necessário tem um objetivo, metas e vontade de crescer e evoluir para não ser mais um no mercado, mas para isso é necessário sair da zona de conforto e enfrentar sempre novos obstáculos.

Crie um propósito de vida, busque realizar seus sonhos através de objetivos e metas claras para não chegar lá na frente, olhar para trás e notar que poderia fazer diferente.

3- A culpa é dele

Embora esse pareça não ser o pior, o perfil “A culpa é dele” é aquele perfil que coloca a culpa sempre em alguém deixando as suas responsabilidades de lado, ou seja, é um empresário que não assume seus erros e não está comprometido com as suas palavras e como consequência afasta as pessoas ao seu redor.

Esse tipo de perfil costuma perder tempo culpando o governo pelo fato do seu negócio não dar certo, culpa os clientes porque as vendas caíram e assim vai.

Tenha responsabilidade dos seus atos e saiba que não podemos mudar tudo, mas em vez de gastar energia buscando o culpado dos problemas, use essa energia buscando sempre uma solução, mesmo que a situação atual não esteja boa. Isto irá fortalecer seu aprendizado.

4- Vendo qualquer coisa, o importante é dinheiro no bolso

As pessoas que pensam em montar um negócio, sem dúvidas querem o retorno financeiro, afinal você irá investir e em troca nada mais que justo do que lucrar com isso.

Mas o perfil “vendo qualquer coisa, o mais importante é dinheiro no bolso” vai muito além de montar um negócio que gere receita, ele quer apenas ganhar dinheiro não importando o que está vendendo e para quem está vendendo, e como consequência não dá a devida atenção de qualidade ao serviço, produto ou até mesmo na satisfação do cliente.

Empresário que só pensa em ganhar, não dando a preocupação ao que irá entregar, está simplesmente fadado ao fracasso, pois seu cliente nunca mais irá voltar em seu estabelecimento e irá falar mal para outras pessoas.

Dê o melhor e entregue uma ótima experiência para o seu cliente colocando sempre em mente que ele satisfeito irá indicar seu negócio para outras pessoas.

Entregue aquilo que você promete e busque a satisfação do cliente, deste modo ele irá recompensar o seu valor em forma financeira.

5- Não sei quanto entra e nem quanto sai

Se você não consegue controlar o quanto você fatura e nem o quando de custo gerou no seu negócio, então você se enquadra nesse perfil “Não sei quanto entra e nem quanto sai”.

Esse perfil é aquele empresário que mistura as contas pessoais com as contas da empresa fazendo aquela bagunça e com isso vai virando uma bola de neve. Dificilmente esse empresário irá conseguir ter o controle total dos gastos e investimento que está tendo sobre o seu negócio. Não sabe quanto tem em caixa, não sabe quanto investe em publicidade e se investimento em publicidade realmente traz retorno, usa o dinheiro da empresa para pagar contas pessoais e assim por diante.

Como qualquer tipo de investimento, você deve avaliar se o que você está investindo está trazendo algum tipo de retorno.

Portanto, busque saber exatamente como está a saúde financeira da sua empresa para você não afundar junto com ela.

Espero que você não se enquadre em nenhum dos perfis citados a cima, mas se caso você se identificar com algum deles, recomendo que você mude antes que seus sonhos e as pessoas que fazem parte da sua equipe afundem e caiam na falência junto com a empresa.

A maior frustração do ser humano é olhar para trás e ver que não construiu nada ao longo da sua vida, sabendo que poderia fazer melhor e diferente.

Espero que você tenha gostado desse artigo e que eu tenha ajudado você a refletir um pouco o seu tipo de perfil de empresário. Se você gostou desse artigo, não deixe de se inscrever para receber mais conteúdos como este. Qualquer dúvida ou sugestão deixe seu comentário logo a baixo.

Sucesso e até a próxima!!!

Categoria: Marketing, Vendas
Post anterior
5 Características de empresas que não conseguem crescer
Próximo post
As vantagens de aplicar o marketing digital no negócio
Menu