Quanto custa um site? Minha empresa precisa de site?

Olá pessoal, hoje vou abordar um assunto muito comum entre os empresários que ainda não estão na internet, mas não param de ouvir o “barulho” que a internet causa todos os dias, seja em forma de notícia, notificações ou casos de sucesso de empresas que surgiram “do nada” através da internet.

Muitas empresas ainda estão sem site por seus donos e fundadores estarem com receio de contratar um, seja por preço ou falta de conhecimento sobre o assunto.

Mas da mesma forma que as empresas contratam um contador sem entender exatamente o que eles fazem e pagando muitas vezes um valor considerável apenas porque a justiça pede, o site é algo essencial nos dias de hoje para se manter no mercado, e quem pede por isso são as pessoas que buscam por seu produto ou serviço, as pessoas que sustentam seu negócio.

Então será mesmo que vale a pena adiar algo que seus clientes estão pedindo simplesmente por causa do preço ou falta de conhecimento sobre a área? Com certeza não!

Hoje em dia já não se tem mais dúvidas se um site é rentável ou não, a mídia vive falando de sucessos conquistados através da internet, empresas crescendo e vendendo muito, empresas como Google e Facebook dominando tudo em nossa volta, isso já é o suficiente para provar que a internet é um grande sucesso e vai continuar crescendo muito ainda e quem estiver fora dela vai ficar para trás.

Se ainda tem dúvidas lembre-se que você está aqui, lendo um artigo na internet e tirando suas dúvidas através desse artigo em um site.

Quanto custa um site?

Este é o motivo mais comum entre as empresas que ainda não possuem um site, mas na verdade não existe uma tabela de preço para o desenvolvimento de um site.

Pesquisas feitas em diversas agências e profissionais da área mostram que o desenvolvimento de um site pode variar muito, chegando de R$20.000 (vinte mil reais) para cima. Mas em contrapartida também podem ser encontrados site com valores abaixo dos R$1.000 (mil reais).

Se você está colocando seus pés na internet agora, provavelmente irá contratar um site mais simples para iniciar e buscando empresas e profissionais certos você já pode iniciar um projeto que seja rentável no seu momento e fazer sua empresa ter um site profissional sem pagar muito.

Site grátis é bom?

Muitas empresas optam em fazer o site da empresa com aquele “amigo” que cobra mais barato ou então ferramentas como Wix, Blogger e inúmeras outras que existem por aí.

Mas será mesmo que um site “grátis” vai trazer os resultados que você busca? Será que uma casa feita por você terá a mesma qualidade de uma casa feita por um arquiteto ou então aquela pintura que você fez terá o mesmo nível de um pintor profissional? A resposta para todas essas questões sem dúvidas é NÃO, jamais algo feito por uma pessoa não qualificada será da mesma qualidade de algo feito por alguém que estuda e vive aquilo todos os dias.

Não é vergonha nenhuma você não ser qualificado para fazer algo, eu também não sou qualificado para fazer várias coisas, provavelmente o que você faz bem em seu trabalho eu não irei fazer na mesma perfeição que você, pois eu não sou qualificado para isso, mas você sim.

Todos nós pagamos para ter coisas que não somos bons, todos nós compramos uma tv, um celular, uma geladeira ou contratamos um encanador, um mecânico, um médico e etc.

Fazemos isso porque sabemos que precisamos de alguma coisa que não fazemos bem, e para isso que existem os profissionais na área, já pensou se todos fizessem o que você faz ou vendessem o que você vende? Não iria mais existir mercado, compra ou venda.

A conclusão nesse ponto é que você pode sim fazer seu site em uma plataforma gratuita, se o seu objetivo for matar a curiosidade e perder bastante tempo fazendo isso sem alcançar a qualidade que precisa, mas se o seu objetivo é fazer um portal da sua empresa para os clientes poderem conhecer sua empresa e o que ela oferece de forma profissional, sem dúvidas você precisa contratar um profissional para fazer isso.

Lembra daquela frase? O barato sai caro… não indico você testar isso com seu negócio.

E isso não quer dizer que seu site será caro, mas também não será de graça. Faça as contas e veja se é rentável você investir “X” para ter um site 24 horas por dia na internet com a marca e produtos da sua empresa. Na grande maioria das vezes isso vale muito a pena, para ter ideia disso é só comparar quanto você paga para ter um anúncio no jornal local e aparecer apenas uma vez na semana para um número muito inferior de pessoas. Investimento incomparável, não é?

Minha empresa precisa de um site?

Independente do seu ramo de atuação você precisa de um site, e acredite, não estou exagerando. Não ter um site nos dias de hoje é o mesmo que tentar ganhar uma corrida da formula 1 sem ter um carro.

Praticamente todas as pessoas estão online, e a cada geração esse número cresce. O Brasil já é o terceiro país que mais acessa a internet no mundo, e o facebook já atingiu mais de 1.000.000.000 de pessoas (tenho certeza que você nem leu o número de tão grande), são mais de 1 bilhão de pessoas no mundo, nenhuma outra mídia já alcançou esse número de pessoas.

Eu particularmente já encontrei sites que vendem viveiros (aqueles mesmos de criar galinha e pintinho) até sites que vendem terra ou sites que vendem de bolinha de gude.

Então por qual motivo você não precisaria de um site para sua empresa? Será que não tem pessoas buscando por seus produtos na internet? Será que ninguém quer seu serviço? Ou então você não faz algo que as pessoas precisem? Se você respondeu NÃO a qualquer questão acima aconselho que feche as portas, isso se ainda estiver com elas abertas por algum milagre.

Sua empresa precisa vender e para isso precisa estar onde as pessoas estão, e hoje todas as pessoas estão na internet. A questão não é se você deve ter ou não um site, a questão é quando e como será seu site.

Assim que possível confira um outro artigo onde falo 5 motivos de porque você deve ter um site urgente.

Onde devo fazer meu site?

Poderia resumir essa questão simplesmente dizendo para você fazer seu site com um profissional, mas isso abriria a porta para muitas pessoas mal-intencionadas “passarem a perna” em você dizendo que são qualificados na área apenas para pegar seu dinheiro e fazer você perder tempo.

Me sinto na obrigação te mostrar a você alguns sinais bem simples para você reconhecer se alguém é realmente qualificado e profissional para fazer um determinado trabalho. (Isso pode ser aplicado em qualquer área, não apenas a desenvolvedores de site).

– Fulano faz para ele o que está te oferecendo? Dentista com mau hálito não dá não é.

– Fulano só pergunta ou também sugere o melhor caminho? Quem entende mostra.

– Fulano fala mal do concorrente ou mostra as vantagens que ele oferece?

– Fulano tem indicações reais? São de clientes? O que falam dele e do que ele faz?

– Fulano “dá a cara a bater”? Passa os contatos? É fácil de encontrar? Mostra o rosto?

Esses são apenas alguns sinais para saber se alguém é realmente profissional na área, mas existem muitos outros, apenas não vou citar todos todos para o artigo não ficar maior do que já está, mas os que estão acima já ajudam bastante nessa tarefa.

Analise o profissional antes de contratar um serviço, não tenha receio de perguntar e expor suas dúvidas a ele, alias para contratar alguém principalmente em relação a serviços prestados a sua empresa você precisa confiar que esse profissional sabe e vai fazer um bom trabalho.

Site traz dinheiro?

Nesse último tópico pretendo acabar de vez com uma lenda que é ganhar dinheiro com site, isso não existe, o que trás dinheiro é trabalho e dedicação, isso eu posso confirmar que é verdade!

Muitas pessoas vêm até a Yoobox e perguntam se eles criarem ou contratarem um site isso vai trazer mais dinheiro para elas e nossa resposta sempre se mantem em uma mesma ideia, que o site não trabalha sozinho, e quem falar ao contrário para você com certeza está mentindo ou precisa se informar melhor.

Mas sem dúvidas existe o outro lado, aquele das empresas que realmente aumentam seus ganhos através do site da empresa, seja isso diretamente ou indiretamente. Essas empresas não contratam o site da empresa e deixam de lado para uma mágica trazer mais lucros, elas divulgam o endereço do site em cartões de visita, banners, folders, redes sociais, anúncios e etc., mas jamais deixam o site ficar parado.

Ter um site e deixar ele parado é como abrir uma loja com uma bela fachada em uma rua sem saída e sem iluminação, onde ninguém vai passar na frente ou simplesmente entrar por curiosidade. Você precisa levar as pessoas até esse lugar onde está apresentando seu produto e serviço, só assim elas vão conhecer e comprar de você.

Muitas vezes isso pode acontecer indiretamente, onde a pessoa visualiza sua marca em uma rede social ou até mesmo se lembra de ter visitado seu site a um tempo atrás e visto aquele produto que hoje ele esta precisando, e assim irá comprar com você.

Sendo assim tenha certeza que um site da sim muito retorno, mas não passa de um carro sem motorista, sozinho ele não vai a lugar nenhum mas se você fazer o básico para ele andar sem dúvidas irá te levar a seu destino muito mais rápido do que se você fosse a pé.

Espero ter esclarecido pelo menos um pouco suas dúvidas sobre esse assunto e agradeço por ter lido este artigo até aqui.

Gostaria de saber o que achou desse artigo, se não for tomar muito seu tempo gostaria que dedicasse 30 segundos para deixar seu feedback nos comentários abaixo, assim fico sabendo se estão aprovando o conteúdo e também consigo novas ideias para o próximo artigo.

Sucesso e até a próxima!!!

Categoria: Marketing, Vendas
Post anterior
3 canais para trabalhar com marketing nessa crise
Próximo post
Falta dinheiro para publicidade? Isso pode ajudar
Menu